A importância de caminhar entre irmãos [ Meus primeiros passos ]

Salve santos, amados e eleitos de Deus. Na ultima postagem falamos sobre "Como iniciar uma caminhada com Deus". Hoje falaremos sobre a importância de não caminhar sozinho.



É perfeitamente possível que nesse momento você ache que, uma vez que já teve uma experiencia com Deus, é capaz de caminhar sozinho, mas sinto informar-lhe que não é bem assim. Há muito o que se aprender na nossa caminhada rumo ao paraíso, e uma das primeiras coisas que aprendi em minha historia foi que, sem a ajuda dos meus irmão, eu já teria ficado pelo caminho.

"Não se pode compreender um cristão sozinho, como não se pode compreender Jesus Cristo sozinho. Jesus Cristo não caiu do céu como um herói que vem nos salvar e chega de repente. Não. Jesus Cristo tem história. E podemos dizer –e é isto verdade: Deus tem história, porque quis caminhar conosco” - Papa Francisco.
O que acontece é que, ao iniciarmos nossa caminhada, somos como crianças. Somos dependentes, mal nos sustentamos em nossas próprias pernas, nossa alimentação ainda é de recém nascidos. São nossos irmãos quem nos ajudaram a criar força para nos apoiarmos nas próprias pernas e caminhar, mesmo que a passos lentos no inicio.

Jesus é a cabeça da igreja, e nós somos os membros. Uma perna sozinha não é tão forte, nem um braço sozinho consegue levar o corpo a lugar nenhum. Precisamos uns dos outros, e é por esse motivo que existem tantas passagens na palavra de Deus sobre a vida em comunidade.

E consideremos uns aos outros para nos incentivarmos ao amor e às boas obras. Não deixemos de reunir-nos como igreja, segundo o costume de alguns, mas procuremos encorajar-nos uns aos outros, ainda mais quando vocês veem que se aproxima o Dia.  Hebreus 10, 24-25

E onde nos relacionamos com esses "irmãos"?

Nas paroquias, nos grupos de oração, nas comunidades católicas ou em qualquer movimento da igreja. Nesses lugares as pessoas estão buscando conhecer mais a Deus e a si mesmas, por meio de estudos, formações, retiros e até mesmo da vida comunitária. São nesses lugares em que você encontrara apoio para caminhar.

"É um povo que caminha para a plenitude; um povo eleito que tem uma promessa no futuro e caminha para esta promessa, para o cumprimento desta promessa. E, por isso, um cristão na Igreja é um homem, uma mulher com esperança: esperança na promessa. Que não é expectativa: não, não! É outra coisa: é esperança. Essa que não defrauda!" - Papa Francisco.

Por hoje ficamos por aqui. Um forte abraço!

Postar um comentário

0 Comentários